Páginas

domingo, 2 de novembro de 2008

Fim de Semana F1 - GP do Brasil(Final Bout 4)

RIO DE JANEIRO - Nasci durante a Era Senna, mais exatamente bem no início dela, em 86, quando começava a tradição da bandeirinha após uma vitória. Cresci vendo Senna correr, foi de longe um dos meus heróis de infância, mas não vivi a época. Não fiquei noites acordado vendo suas batalhas intensas contra Prost e Mansell nas curvas de Suzuka, e do alto dos meus 4-5 anos já acordava junto com a família, pois na época, era difícil alguma casa nesse país não tomar café vendo corrida de Fórmula 1. Senna morreu, passaram-se os anos, veio a Era Schumacher, que só tornou a F1 realmente chata e insossa à partir de 2001, quando a McLaren não tinha mais condições de fazer frente à casa de Maranello. Precisou chegar 2006 pra coisa realmente começar a melhorar: Fernando Alonso se encaminhava para seu segundo título, e outros pilotos promissores começavam a dar as caras, como Robert Kubica. Em 2007, chegavam mais nomes, como Sebastian Vettel e Lewis Hamilton. E esse ano, sem controle de tração, e uma nova geração no grid, tivemos um dos mais espetaculares campeonatos dos últimos 10 anos. Nos fóruns que frequento não via ninguém falar com tanto entusiamo da F1, até esse ano. Acho que ainda não tinha visto tamanha comoção, e tantas pessoas dizendo "caralho, que campeonato bom é esse!". Não esperava nem tão cedo assistir a uma corrida tão emocionante quanto foi esse GP do Brasil. Foi de longe a corrida mais tensa e emocionante que já vi na minha vida. espero ter corridas emocionantes como as que tiveram esse ano, quanto mais melhor, por que isso é uma praga, essa maldita competição de veículos com rodas que andam rápido pra caralho, que é tão boa, mas tão boa, que hoje me fez chorar, de nervoso e de emoção. Parabéns Hamilton, pelo título merecido e alcançado. Parabéns duplo a Felipe Massa, pela superação diante do descrédito, pelo arrojo, e por se mostrar um piloto top de linha.

Um comentário:

Leonardo disse...

Venho aqui só comentar sobre os anos de 98 e 99 ,que foram um dos melhores anos que o Schumacher não era campeão, aonde sim a Mclaren tinha um excelente piloto um dos "Flying Finn", agora é triste ver a Grande Mclaren campeã com um piloto que não fez nada na ultima prova para chegar em 1º no pódio.Deste anos levamos de bom que temos grande pilotos bons que não precisam dos melhores formula 1 para ganharem como Fernado Alonso,Robert Kubica , Sebastian Vettel com seu Toro Rosso ultrapassado uma Mclaren e Timo Glock e sua turminha como Galvão fala.